Deste modo, para garantir a legalização dos clubes e das academias, a associação vai a partir de Agosto proceder ao levantamento do número exacto de praticantes e academias, segundo Celso Eduardo, reeleito (segunda-feira).

Informou que vai, junto das autoridades locais, actuar para melhorar as condições de trabalho das escolas de judo existentes no município do Chitato.

Estabeleceu, igualmente como foco, maior inclusão das mulheres na modalidade, bem como a aposta na formação dos treinadores e agentes desportivos.

Actualmente a província conta com alguns praticantes e academias não inscritas na associação, que exercem a actividade desportiva fora do seu controlo

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.