Aguardado com alguma espectativa pelos adeptos e amantes da modalidade, o desafio, apesar de acontecer à porta fechada, em prevenção da propagação do coronavírus, vai opor o segundo ao terceiro classificados, com 51 e 40 pontos.

Os “petrolíferos”, que perseguem o campeão 1º de Agosto, líder, com os mesmos números de pontos, possuem vantagem sobre os “maquizardes”, por 3-0, na 10ª ronda da prova. Na jornada anterior, o Petro empatou (2-2) diante do Interclube, enquanto que o Bravos foi derrotado (1-3) pelos “militares”.

Em caso de triunfo, os “tricolores” adiantam-se na tabela classificativa, uma vez que os “militares” folgam, por desclassificação do 1º de Maio de Benguela.

No mesmo dia, o Sagrada Esperança (5º/34) recebe o Desportivo da Huila (4º/37), no Dundo, o Interclube (9º/28) enfrenta o Recreativo do Libolo (7º/32), no estádio 22 de junho, na capital do país.

Para o fecho, no domingo, jogam Cuando Cubango FC (14º/17) – Académica do Lobito (6º/33), Recreativo da Caála (10º/28) – Sporting de Cabinda (11º/21), Santa Rita de Cássia (15º/13) – Wiliete de Benguela (8º/30) e Ferrovia do Huambo (13º/19) – Progresso Sambizanga (12ª/21).

A lista dos marcadores é liderada por Toni (Petro), com 14 golos, seguido por Mabululu (1º de Agosto), 13, e Yano (Petro), 10.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.