Em declarações a imprensa, após o desafio, disputado no estádio 11 de Novembro, o técnico reconheceu que alguns jogadores não foram capazes de impedir a incursão dos dianteiros da equipa adversária, apesar da réplica na primeira parte, em que se registou um certo equilíbrio.

“Entramos bem, mas não fomos suficientemente capazes de dar continuidade a uma defesa rigorosa, que permitisse travar o ímpecto ofensivo do adversário. Houve um certo desequilíbrio na ponta final e erros de marcação defensiva por parte do nosso grupo, que ditou o resultado inesperado”, disse.

A substituição forçada, por lesão, do jogador Maninho, por Paizinho, também foi apontada por Hélder Teixeira, como uma das situações que fragilizou o plantel.

O Recreativo da Cáala ocupa a nona posição, com 10 pontos, ao passo que o 1º de Agosto mantém-se na liderança da prova, com 21, seguido do Petro de Luanda, com 17.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.