A confirmação é do treinador adjunto do 1º de Agosto, Ivo Traça, adiantando que o jogador, que foi preponderante na conquista do Campeonato Nacional pelos “Rubro-Negro” em 2016, após uma década sem vencer, já trabalha com normalidade.

Ao falar em conferência de imprensa de lançamento do maior "derby" do país, referiu que o atleta, regressado este ano ao clube por empréstimo do Sporting de Portugal, deverá contribuir na luta pelo triunfo diante do arqui-rival, oponente que volta a defrontar depois do adeus do Girabola2016, em que o Petro venceu por 1-0.

“Estamos bem e trabalhamos com muito afinco e determinação para obtermos a vitória. O Ary Papel está a treinar de forma normal. Certamente dará a sua contribuição aos objectivos da equipa, que visam vencer o jogo. O Bua também está a reagir bem, mas um pouco mais lento”, disse.

Quanto ao adversário, o coadjuvante do técnico Dragan Jovic reconheceu ser bastante forte e liderado por um treinador com excelentes capacidades, que poderá criar algumas dificuldades, acauteladas pelo 1º de Agosto, nos treinos e na competição.

“As duas equipas vão entrar com muitos cuidados. Trabalhamos muito no nosso sistema e não vamos mudar nada. Conhecemos o Petro e vamos tentar anular as suas intenções”, frisou o antigo internacional angolano.

No encontro com os jornalistas, nas instalações do Quartel do ex- RI-20, depois de mais uma sessão de treinos, no campo França Ndalu, também esteve o capitão Dany Massunguna, que expressou a coesão e a moralização do colectivo, para o clássico com os petrolíferos.

Inicialmente marcado para o dia 23 de Dezembro último, a partida não aconteceu devido o envolvimento do Petro nas Afrotaças.

O 1º de Agosto é o líder da prova, com 30 pontos, seguido pelo Desportivo da Huila, com 28, e Petro de Luanda, com 27.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.