Estádio: Sagrada Esperança, com uma capacidade para acomodar mais de oito mil adeptos.

Equipa de arbitragem, liderado por Ernesto Lotina (comissário), sendo árbitro, Ailton Carmelino, coadjuvado por Evanildo Martins e Ivanildo Lopes, primeiro e segundo assistentes, respectivamente. Ilídio Baptista (quarto árbitro).

Resultado final: 1-1

Resultado ao intervalo: 1-1

Marcadores:

1-0, Reginó (10 minutos)

1-1, Mussá (26 minutos)

Alinhamento das equipas:

Sagrada Esperança: JB, Cachi (Francis 83'), Almeida (c), Femy, Luís Tati, Muenho, Gaspar, Djó, Higino (Filipe 86'), Jiresse (Ben Traoré 69') e Mussá.

Técnico: Agostinho Tramagal

Jogadores não utilizados: Leonardo, Denis, Vitoriano e Lépua.

Acção disciplinar: amarelo a Luís Tati (90+1'), Jiresse (64 minutos), Zeca (71 minutos), Wiwi (69 minutos), Djamini (89 minutos) e Zé (87 minutos).

Bravos Máquis: Mig, Zé, Djamini, Chico (c), Mussumari (Dabanda 85'), Geuda (40'), Zeca, Reginó, Gazeta (Osvaldo 77'), Wiwi e Miro.

Técnico: Zeca Amaral.

Jogadores não utilizados: Mayungo, Aderito, Germano e Agostinho.

Assistência: quase 7 mil adeptos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.