O Girabola Zap 2019/20 não será anulado e poderá ser retomado a 17 de Junho próximo com a disputa dos jogos em atraso e consequentemente no dia 24 realizar-se a 26.ª jornada, com destaque para o dérbi entre aqueles dois ‘gigantes’ do futebol nacional.

Esta informação foi confirmada ao SAPO pelo presidente do Conselho Técnico da Federação Angolana de Futebol (FAF), Jeremias Simão.

“Nós perspectivamos recomeçar o Girabola a 17 de Junho caso o estado de emergência seja levantado a 10 de Maio e as autoridades sanitárias recomendarem a realização das atividades desportivas.”

Caso seja prorrogado o estado de emergência para mais 15 dias, o dirigente reforçou que o campeonato poderá então ser retomado a 24 de Junho.  Porém concluiu que a perspectiva é terminar o campeonato na última semana de Julho.

Entretanto, até ao momento as opiniões sobre o campeonato divergem. Alguns preferem a anulação e outros defendem a continuidade.

O antigo avançado do Recreativo da Caála, João Love, defende que o campeonato deve ser anulado. “Não adianta continuarmos. Temos de seguir o bom exemplo dos países que já anularam os seus campeonatos pensando na saúde humana. Isto não será uma péssima ideia.”

João Love discorda também com a realização dos jogos à porta fecha. “Imagine que a bola toca num objecto infectado com o coronavírus! Os outros países já analisaram bem isto e decidiram anular os seus campeonatos”, concluiu.

Por sua vez, o presidente de direcção da Académica do Lobito, Luís Borges, também defende a anulação do campeonato. “A vida é mais importante de tudo que existe no mundo”, sublinhou.

Esclareceu também que, se for anulado o campeonato, as 15 equipas que chegaram até à 25.ª jornada deverão disputar a próxima época 2020/21. “O campeonato deve ser anulado. E se assim acontecer, nenhuma equipa vai descer para a segunda divisão e também não haverá subidas para a primeira divisão.”

Luís Borges mostra-se também feliz pelo facto de a Académica do Lobito cumprir com o primeiro grande objetivo no Girabola Zap 2019/20, somar 33 pontos.

Com este feito, a equipa garantiu a permanência na primeira divisão mas a direcção do clube já antevê enormes dificuldades financeiras na próxima época, por culpa da pandemia.

Saiba também que o campeão do Girabola Zap recebe a taça e um cheque de 34 milhões e 400 mil Kwanzas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.