O ex-capitão dos Palancas Negras Felisberto do Amaral, mais conhecido como Gilberto, acredita na qualificação do combinado para a 32.ª edição do Campeonato Africano das Nações (CAN), que decorrerá de 7 a 30 de Junho de 2019, nos Camarões.

Gilberto mostra-se confiante no potencial dos jogadores e no trabalho que a equipa técnica tem vindo a desenvolver. Contudo, espera que a Selecção Nacional do seu país consiga vencer o Botswana a 21 de Março para confirmar a presença na prova.

“Vai ser um jogo decisivo e extremamente difícil. O Botswana também vai quer terminar a campanha com uma vitória, mas a nossa selecção tem evoluído muito e acredito que dará uma resposta positiva.”

Gilberto reforçou que os Palancas Negras devem trabalhar mais na componente de bolas paradas, além de outros sectores que também têm de melhorar antes do referido desafio.

O esquerdino que mede 1,78 metros de altura começou a carreira no Petro de Luanda, passou pelo All-Alhy do Egipto, Lierse da Bélgica, AEL Limassol de Chipre e terminou em 2015 no Sport Luanda e Benfica, aos 33 anos de idade.

De salientar que os Palancas Negras ocupam o segundo lugar do Grupo I de qualificação para a  Copa, com nove pontos. Pois, precisam de vencer o Botswana para não dependerem de terceiros.

No entanto, o Burquina Faso ocupa o terceiro lugar do mesmo grupo, com sete pontos. Se esta selecção vencer o próximo adversário e os Palancas Negras perderem ou empatarem no Bostwana com a similar local, terminará o sonho dos angolanos.