o falar à imprensa, após o desafio, o técnico que elogiou a postura do seu conjunto, apesar do desaire, referiu que vão entrar na partida de resposta com mais determinação e com a necessidade de lutarem pelo triunfo em casa.

"Sabíamos que seria um jogo muito difícil, dada a qualidade da equipa do 1º de Agosto. Claudicamos num lance que ditou o resultado desfavorável, por isso, ainda temos a segunda partida e com fortes possibilidades de invertermos o resultado negativo de Luanda no nosso campo", disse.

O golo solitário da partida foi marcado por Mongo, aos 29 minutos.

A segunda "mão" está marcada para o dia 4 de Março, no Lobito, devendo o vencedor desta eliminatória defrontar, nas meias-finais, o apurado entre o Wiliete de Benguela e FC Bravos do Maquis, que hoje, quarta-feira, empataram (2-2).

O 1º de Agosto é o detentor do troféu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.