Trata-se da terceira passagem do jogador, de 23 anos, por Vila do Conde, onde jogou em 2017/2018 e 2018/2019, também na condição de emprestado pelo emblema de Alvalade.

O avançado deixou o Antalyaspor da Turquia, porque estava descontente  com a sua pouca utilização. Jogou apenas 415  minutos, divididos por nove partidas, marcando um golo.

Um dos principais problemas que Gelson Dala  enfrentou no Antalyas (actual 16º classificado do campeonato daquele país) foi a falta de oportunidades de jogar na sua posição de origem.

Após uma temporada de grande nível no Rio Ave, onde alternou entre segundo avançado e extremo-esquerdo, o internacional angolano foi insistentemente utilizado como um 9 de referência pelo treinador Bulent Korkmaz e, posteriormente, por Stepjan Tomas, que substituiu o primeiro a meio do mês de Novembro.

Desta forma, o seu rendimento ficou longe do esperado e limitou-se a um golo marcado no empate (2-2) com o Eyupspor, da III Divisão, na segunda mão da quinta eliminatória da Taça da Turquia.

O jovem jogador chegou a Alvalade em 2016, contratado ao 1º de Agosto.

Começou por ser integrado na equipa B dos leões e o seu impressionante pecúlio, traduzido em 13 golos em 17 jogos, valeu-lhe o "bilhete" para a equipa principal. Jorge Jesus lançou-o aos 89 minutos na recepção ao Chaves, na última jornada da Liga Lusa.

Na época seguinte, o angolano tinha como ambição afirmar-se com o leão ao peito, mas, após uma primeira metade de temporada com apenas um jogo disputado, foi cedido ao Rio Ave.

Apesar de ter jogado pouco no que restava da temporada 2017/2018, o emblema de Vila do Conde voltou a requisitar os seus serviços para 2018/2019 onde, aí sim, mostrou a sua qualidade: sete golos em 26 jogos.

Gelson Dala foi o melhor marcador do Campeonato Nacional de Futebol da primeira divisão (Girabola2016) com 23 golos, pelo 1º de Agosto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.