Em declarações à imprensa, o director-geral do clube, Emanuel Dimena, explicou que o trajecto para a província de Benguela é feito via terrestre, muito onerosa face à actual situação financeira que o clube atravessa.

Por outro lado, alegou que a viagem para a cidade de Benguela pode pesar pela negativa na recuperação física dos atletas que precisam estar em forma para receber e vencer os tricolores no dia 22, partida referente à 21ª jornada do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão, muito importante para o clube continuar a sonhar com a permanência no Girabola.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.