Ao falar à imprensa, após o encontro disputado no estádio dos Coqueiros, em que até o Progresso começou a vencer, o técnico, visivelmente desolado, revelou que o conjunto fez um grande sacrifício para enfrentar o adversário, mesmo com as enormes dificuldades do clube, que deixam muito desmoralizado os jogadores.

“Foi um bom jogo. A equipa teve um digno comportamento, apesar da difícil situação financeira, que condiciona muito o desempenho de todos. O conjunto jogou bem, mas não foi possível ganhar. Tudo se deve a complicada situação financeira do clube”, desabafou.

Nas meias-finais, o 1º de Agosto vai defrontar o Petro de Luanda, que afastou o FC Bravos do Maquis (1-0). Os jogos das meias-finais estão marcados para o dia 22 do corrente mês.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.