O comunicado foi feito após a reunião do Comité Executivo do órgão reitor do futebol africano, realizado em Dakar, indica o site da FIFA.

Os egípcios batem na concorrência os sul-africanos, que também apresentaram candidatura, após a CAF retirar a organização aos Camarões, devido a atrasos nas obras bem como problemas de segurança.

O Egipto já organizou quatro edições do CAN. 1959, 1974, 1986 e 2006, enquanto Angola, com a edição de 2010, consta entre aqueles que organizaram uma vez.

Ainda esta noite, na capital senegalesa, será conhecido o melhor jogar africano do ano: Mohamed Salah, Sadio Mané e Aubameyang são os finalistas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.