Segundo Peter Weymes, chefe da delegação, urge a necessidade do reforço da segurança nesta infra-estrutura, para que os espectadores se sintam confortáveis.

"Existem padrões de seguranças que os estádios devem possuir", frisou o responsável, sem avançar grandes pormenores, adiantando apenas que os resultados da inspecção serão submetidos à FIFA, que encaminhará posteriormente à Federação Angolana de Futebol.

Acompanhados de responsáveis da FAF e da Associação Provincial de Futebol, os inspectores da FIFA percorreram os vários compartimentos do recinto e aproveitaram para render homenagem às vítimas mortais de 2017.

Em Fevereiro de 2017, dezassete pessoas morreram e 59 ficaram feridas, quando tentavam assistir à estreia do Girabola daquele ano, entre as formações da Santa Rita (Uíge) e Recreativo do Libolo, do Cuanza-Sul.

O estádio municipal 04 de Janeiro, construído em 1967, possui uma capacidade de dez mil adeptos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.