Deste modo, aquele organismo cumpre a orientação do Ministério da Juventude e Desportos (MINJUD) que marcou as eleições de todas as federações do país até ao último dia do referido mês.

Esta informação foi confirmada pelo vice-presidente da FADEN, Nuno Gomes. O dirigente reforçou que a direcção cessante já elegeu a comissão eleitoral a 23 deste mês, na Assembleia Geral Ordinária do organismo, na qual foi definido o calendário eleitoral.

“Se a comissão eleitoral achar que não há condições para a realização das eleições, de acordo com a evolução de todo este cenário da Covid-19, pode vir a propor adiamento e caberá à Assembleia Geral da FADEN decidir”, realçou.

Nuno Gomes entende que tudo esteja preparado para que as eleições decorram sem grandes sobressaltos na data marcada. Contudo, aguarda pela realização do acto que vai contar com os votos dos associados.

Sobre a data para a tomada de posse dos futuros corpos gerentes daquele organismo desportivo, o dirigente não fez comentários mas sabe-se que está previsto para a primeira quinzena de Outubro.

Angola continua a dar cartas nas modalidades náuticas. Ainda este ano, no Campeonato Africano de Vela, decorrido na Ilha de Luanda, o combinado nacional conseguiu a qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, adiado para 2021.

Naquela maior montra desportiva do mundo, o objetivo dos jovens velejadores angolanos passa por melhorar a classificação das edições passadas e angariar mais experiência internacional.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.