Este evento cuja Associação Internacional de Boxe Amador (AIBA) orienta os países filiados a realizar, no âmbito da Covid-19, também se enquadra nos festejos do Dia Mundial da modalidade, 22 de Julho.

Entretanto, alguns treinadores, árbitros, dirigentes e promotores da modalidade também serão premiados.

O presidente cessante da FABOXE, Carlos Luís Gonçalves, confirmou a informação ao SAPO e revelou: “A AIBA enviou artigos para os treinadores e atletas, masculino e feminino. Nós vamos adicionar outros brindes para dar mais ênfase à realização deste evento.”

O dirigente não comentou sobre o orçamento do evento e se haverá prémios em dinheiro mas garante que as condições estão a ser preparadas ao detalhe para alegrar a família do boxe angolano.

Fez saber ainda que foi criada uma comissão que está a avaliar as onze categorias de peso indicadas por aquele organismo internacional.

A cada categoria vão estar indicados três atletas e um deles sairá premiado o melhor.

Quanto à data para a realização da Assembleia Geral Ordinária da FABOXE, Carlos Luís Gonçalves prometeu pronunciar-se na segunda-feira, 31. Sendo assim, esta actividade e as eleições dos novos corpos gerentes do organismo acontecem em Setembro.

Angola já participou no mundial de boxe. Além disso, conquistou dezenas de títulos em provas internacionais no continente africano.

Em Maio deste ano, a seleção nacional ia competir no Torneio Pré-olímpico de Paris, França, qualificativo para os Jogos Olímpicos de Tóquio, adiado para 2021, por culpa da pandemia da Covid-19.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.