Segundo fonte próxima ao técnico, contactada pela Angop, o antigo seleccionador nacional  e a direcção da FAF, não chegaram a acordo, numa altura em que se  preparavam  as eliminatórias de acesso ao mundial 2022 no Qatar, com duelo diante da Gâmbia marcado para 2 de Setembro.

No mês de Junho, ao serviço dos palancas negras  no Campeonato Africano das Nações(CAN) no Egipto os palancas negras sob orientação de Vasilevic, foram arredados da prova ainda na primeira fase, depois dos empates diante da Tunísia e Mauritânia e a derrota frente ao Mali.

Vasiljevic é o trigésimo técnico a assumir o comando dos Palancas Negras.O substituto do brasileiro Beto Bianchi é igualmente o primeiro técnico sérvio ao serviço dos Palancas Negras, num ranking liderado por um total de 16 angolanos.

Entre os treinadores angolanos destaca-se Oliveira Gonçalves, que qualificou Angola pela primeira vez a uma fase final de um campeonato do mundo, na Alemanha, em 2006, para além de ter competido em 2008 no CAN do Ghana.

Lito Vidigal, que foi finalista derrotado no CHAN de 2011, no Sudão, é outra das referências entre os técnicos da seleção de Angola.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.