A decisão resultou de um encontro entre a comissão de gestão da federação angolana da modalidade, coordenada por Gustavo da Conceição, e responsáveis dos oito clubes que evoluem na prova, realizado esta manhã, na sede da FAB, no complexo da Cidadela, em Luanda.

Interrompida em meados de Março último, a prova era liderada pelo Petro de Luanda (detentor do troféu) com 49 pontos, seguido do 1º de Agosto e Interclube ambos com 44, enquanto o CD Kwanza ocupava a última posição com 30 pontos.

Faltavam três jornadas (5ª, 6ª e 7ª) da quarta e última volta da fase regular, que seria sucedida pelos quartos-de-final, meias-finais e final, em sistema de play-off.

Os petrolíferos perseguiam o 14º titulo numa competição, já na 42ª edição, dominada pelo d’Agosto com 19. O ASA e o Recreativo do Libolo têm três títulos cada, o Sporting de Luanda dois e o Ferroviário um.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.