O presidente de direcção da Associação Provincial dos Desportos Motorizados de Malanje, Júlio de Oliveira, confirmou esta informação que entristece os praticantes e amantes da modalidade naquelas paragens.

“A pista de Motocross está a ser invadida pelos camponeses. Eles estão a fazer lavras! Abordamos a questão da pista e nos próximos dias vamos trabalhar com a Administração Municipal”, reforçou.

Júlio de Oliveira lamentou o facto de os praticantes da modalidade estarem condicionados e fez saber que o seu elenco perspectiva recuperar a pista e responsabilizar-se pela gestão da mesma de modo a evitar-se outras possíveis transformações.

“Nós, Associação Provincial, devemos assumir a gestão da referida pista”, sublinhou o responsável pelos desportos motorizados daquela província também conhecida como terra da Palanca Negra.

Sabe-se também que a referida instituição que rege os desportos motorizados em Malanje enfrenta sérias dificuldades de verbas. Deste modo, tudo indica que aquele terreno onde roncavam os motores não será recuperado com a brevidade desejada.

Além disso, é do conhecimento público que os desportos motorizados naquela província a norte do país encontra-se em vias de extinção por falta de espaços apropriados para a realização de provas.

Por outro lado, sabe-se também que em Luanda, o circuito internacional de motocross, Jorge Varela, continua a ser depósito de lixo e casa de banho de alguns moradores do bairro Danjareux.

Naquele circuito já correram dezenas de pilotos de referência e com tradição forte em provas internacionais da modalidade.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.