Falando à imprensa no arranque da preparação da equipa, esta segunda-feira, no pavilhão da Cidadela, o técnico explicou que o jogador (20 anos de idade e 2.08 metros de altura) se manifestou indisponível, sem, no entanto, avançar as razões.

Primeiro angolano contratado por uma equipa da maior liga de basquetebol do mundo, Bruno constava da convocatória, divulgada na semana transacta, como principal reforço para a copa do mundo, tendo em conta o seu potencial físico-atlético, assim como o bom estado de forma demonstrado ao longo da época universitária nos Estados Unidos da América.

A ausência de Sílvio Sousa (20 anos e 2.06 metros de altura), da Universidade de Kansas dos EUA, deve-se a questões académicas, de acordo com o seleccionador, que considerou ser muito difícil tê-lo no grupo durante esta etapa.

Instado a pronunciar-se sobre os objectivos da equipa na prova, Willian Voigt sublinhou não ser ainda o período ideal para avançar o que lhe foi solicitado pela federação angolana da modalidade, prometendo fazer em próximas ocasiões.

Sílvio não jogou a época finda por ter sido suspenso, por alegada violação de regulamentos, mas viu já levantada a suspensão, e seria igualmente uma mais-valia na selecção nacional para a campanha “China2019”.

Bruno e Sílvio são campeões africanos sub-16 ao serviço da selecção.

O mundial decorre de 31 de Agosto a 15 de Setembro próximo e Angola está inserida no grupo D, sedeado na cidade de Foshan, com as congéneres da Sérvia, adversária de estreia, seguindo-se a Itália (dia 2) e Filipinas (4).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.