Pelo menos 900 mil bilhetes para as 32 partidas da 27 ª edição do CAN Orange  Angola’2010, que se disputa de 10 a 31 de Janeiro próximo, estão a ser vendidos nos balcões das agências dos bancos de Poupança e Crédito (BPC) e Africano de Investimento (BAI) nas quatro cidades onde decorrem os jogos, anunciou ontem, em conferência de imprensa, realizada em Luanda, o administrador da empresa angolana de Sistemas de Informações Industrial (SINFIC), António José de Carvalho “Tó-Zé”.

O administrador da SINFIC garantiu que, no próximo mês de Janeiro, vão ser abertos postos de vendas junto aos estádios 11 de Novembro, em Luanda, Ombaka, Benguela, Chiazi, Cabinda, e Tundavala, Lubango.
Na conferência de imprensa, António “Tó-Zé” de Carvalho justificou a impossibilidade da venda nas bilheteiras dos estádios, para se evitar longas filas e a acumulação de pessoas.

“Os postos de vendas ficam fora do perímetro de segurança dos estádios, para evitar acumulações de pessoas que não tenham bilhetes”, esclareceu o administrador da SINFIC.  

O responsável da empresa anunciou que foram instalados no país 51 pontos de vendas de bilhetes para o CAN, para além de outras zonas a serem criadas pela empresa que venceu o concurso da bilheteira. 

António “Tó-Zé” de Carvalho, também descartou a possibilidade da venda dos bilhetes no sistema on-line, devido às situações técnicas e o pouco tempo que falta para a competição.
“Não é possível montar o sistema. Se tivéssemos mais tempo, gostaríamos de fazê-lo. Não temos infra-estruturas montadas para isso”, justificou.    

O Camarote Poente Central do estádio 11 de Novembro no jogo de abertura vai custar 50 mil Kwanzas, enquanto o Camarote Poente lateral custa 40 mil. O Camarote Nascente Central e Lateral estão avaliados em 45 e 35 mil Kwanzas. 

Os bilhetes do primeiro e terceiro anel das bancadas Poente, Nascente, Norte e Sul variam entre os 850 e os 250 Kwanzas.

Na primeira fase da prova, que se disputa de 10 a 21 de Janeiro, os camarotes vão render 155 mil Kwanzas por jogo. Um lugar nas bancadas varia entre 2.900 e 2.650 kwanzas.

Agências do BAI 

Pedro Castro e Silva, director de marketing do BAI, anunciou ontem, também na conferência de imprensa, que 26 balcões do BAI estão a vender os bilhetes, desde quarta-feira passada.

Os cidadãos nacionais e estrangeiros residentes no país podem comprar os ingressos nos balcões BAI da Nova Marginal (bairro da Kinanga), Marginal, Valódia (Rua Comandante Valódia), Miramar, Cidadela, Talatona, Ngola Kiluanji (Cazenga), Cacuaco (defronte à Administração Municipal), Viana (junto à Administração), Camama (junto à Rotunda) e Africampos (Rua Ngola Kiluanji). Também vão vender bilhetes as agências da Mulemba (estrada do Cacuaco), Imbondeiro (Shoprite da estrada de Viana), Amílcar Cabral, Prenda (Rua Comandante Arguelles), Avenida (Rua de Portugal), Morro Bento (Avenida 21 de Janeiro), Golfe (Rua Machado Saldanha, Kikolo (Rua Ngola Kiluanji), Boavista (próximo do Porto de Luanda) e Monumental (Rua Major Kanhangulo). 

Balcões do BPC

Os balcões das Agências do BPC começam a vender os bilhetes do jogo de abertura e para as restantes partidas na próxima segunda-feira garantiu, ontem em conferência de imprensa, em Luanda, a sua directora de marketing, Sónia Antas. A responsável de marketing do BPC informou que na capital estão preparados 12 balcões, seis na cidade de Benguela, quatro no Lubango e três em Cabinda, num total de 25 em todo o país.

Em Luanda, Sónia Antas disse que estão identificados os balcões das agências da Sagrada Família, Calemba (zona dos Quartéis), Miramar (Rua Ndunduma), 21 de Janeiro (Aeroporto), Gamek (Rocha Pinto), Kaponte (Baleizão), Golfe 2 (Kilamba Kiaxi), Cacuaco (defronte à administração Municipal), Vila de Viana, Grafanil (junto ao Campo Militar do Grafanil) e Nelito Soares (município do Rangel).

Na cidade de Benguela, os bilhetes vão ser vendidos nas agências dos balcões da Central, Jardim, Rede Azul, São José e Flamingo, enquanto no Lubango são vendidos no Piradeiro, Santo António, Tundavala e Parque. Em Cabinda, os interessados podem comprar os bilhetes na agência de Cabinda, Correios e Maiombe. 

 

 Veja os preços dos bilhetes em baixo:

 

Bancadas

 

Camarotes

Jornal de Angola

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.