Sílvio Sousa, que esteve quase um ano parado, fruto da suspensão que lhe foi aplicada, regressou às quadras num jogo oficial marcando três pontos, quatro ressaltos e três turnovers (perdas) em sete minutos, num jogo decidido nos últimos  segundos.

Estiveram em confronto duas das principais candidatas à “Final Four” (fase seguinte da prova), com destaque para Duke que é das universidades que mais “dá” jogadores à NBA nos últimos anos.

Com 21 anos, 2,02 metros, Sílvio (campeão africano em sub-17 e 19) era apontado como um dos atletas melhor posicionado para ingressar na NBA, até ter sido suspenso por irregularidades na sua inscrição na Universidade de Kansas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.