Em declarações à imprensa no final do jogo treino  entre a selecção nacional e a  equipa do  Interclube, que perdeu no pavilhão principal da Cidadela, por 81-76, disse que para Angola passar deverá apostar tudo no jogo contra as Filipinas e depois procurar soluções para deixar a Servia ou a Itália.

Para Raúl Duarte as duas selecções “são ossos duro de roer”, acreditando no conjunto  nacional.

No mundial, a equipa nacional integra o grupo D, sedeado na cidade de Foshan e defrontara  na primeira jornada (dia 31) a Sérvia, seguida da Itália (dia 2) e Filipinas (4).

No que toca ao jogo treino, Raúl Duarte frisou que o importante foi ajudar a selecção a continuar a fazer a sua preparação para o mundial da China.

“Penso que com este jogo, o seleccionador nacional conseguiu tirar as ilações possíveis dos jogadores, antes de começarem  as maratonas de jogos amistosos fora do país”, salientou.

O treinador considerou de positivo o teste com a selecção nacional pelo facto de ter permitido observar  também a evolução da sua equipa, no quadro dos compromissos que se avizinham.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.