A formação da polícia nacional qualificou-se às meias-finais por ter vencido o desafio da primeira "mão" por diferença de 19 pontos (82-63). Assim, os "polícias" defrotam na fase seguinte o 1º de Agosto, que venceu, igualmente nesta terça-feira, o Clube de Formação Desportiva Kwanza (134-51).

Já o outro semi-finalista, o Petro de Luanda, que derrotou a Marinha de Guerra na segunda-feira por 100-82, jogará nas meias-finais com a Universidade Lusíada, qualificada na secretaria devido a desistência do ASA, por alegada dificuldade financeira.

A partida entre Interclube e Vila Clotilde, disputada no pavilhão 28 de Fevereiro, registou um equilíbrio inicial, apesar dos primeiros terem vencido o quarto por 21-17.

O Vila Clotilde, na condição de anfitrião, acabou perdendo também o segundo quarto por diferença de sete pontos (35-42). Resultado ao intervalo.

A formação do bairro do Maculusso entrou mais acutilante no terceiro quarto reduzindo a diferença para um ponto (64-65) e no último período surpreendeu os polícias com vitória de 88-86.

Sebastião Quicuame (Vila Clotilde) foi o melhor cestinha com 29 ponto, seguido do norte-americano, Herbert Hill, que se estreou pelo Interclube, com 16 pts.

Com arbitragem de Clesio Francisco, Francisco Tandu e Ventura Capenpa as equipas marcaram da seguinte forma:

Vila Clotilde – Geovany Cassange (11 pontos), Xavier Frangeira (03), António Domingos (08), Divaldo Makankila (08), Grandão Francisco (03), Ramalho Lemos (02), Garrido Pertence (04), Keny Biongo (03), Adilson Ramos (07), João Elias (00), Sebastião Quicuame (29) e Francisco Gomes (10)

Técnico: Ricardo Rodrigues

Interclube – Gerson  Domingos (04), Emanuel Sebastião (02), Elmer Félix (04), Herbert Hill (16), Ngombo Rogério (06), Ludgero Galiza (13), Roberto Fortes (15), Egidio Ventura (00), Gilson Martins (00), Godalfim Freitas (11), Alexandre Jungo (04) e Reggie Moore (11)

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.