O extremo de 27 anos de idade não chegou a acordo para renovação com os “tricolores”, que ofereciam apenas um ano de contrato, ao passo que o jogador exigia dois.

Com 1,98 metros, Bem-vindo Quimbamba foi peça influente no título conquistado pelos “petrolíferos” na época 2018/19.

Antes de seguir para o Petro de Luanda, onde jogou duas temporadas e conquistou um Campeonato Nacional, o extremo foi campeão pela extinta equipa sénior do Recreativo do Libolo.

Contactados pela Angop, o 1.º de Agosto e Petro de Luanda não confirmaram a informação.

Recentemente o conjunto "militar" também garantiu os préstimos de Leandro da Conceição, para a época 2020/21.

O base, que já foi campeão pela colectividade em 2018, assinala assim um regresso, após ter representado o Benfica de Lisboa.

Armando Costa e Hermenegildo Santos (bases), Edson Ndoniema, Islando Manuel, Malick Cissé, Fidel Cabita, Pedro Bastos, Gilson Bango (extremos) e os postes Eduardo Mingas, Felizardo Ambrósio e Teotónio Dó mantêm-se na equipa, agora liderada por Manuel Sousa “Necas”.

A formação do “rio seco” já não vai contar com os préstimos de Muto Fonseca, Carlos Cabral e do base norte-americano, Emanuel Kezada.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.