De acordo com o empresário e presidente reeleito da Baixa de Cassange, José João Rafael, o seu elenco vai fazer os possíveis para que se consiga chegar pelo menos no referido campeonato da primeira divisão.

“Nós vamos dar sempre o nosso máximo em todos os aspectos, mas é preciso que tenhamos também sorte para chegarmos à primeira divisão e sermos mais visíveis pelo Barcelona”, realçou.

O dirigente sabe que no mundo existem milhares de equipas que precisam de ouvir alguma palavra daquele clube espanhol. Contudo, disse estarem a contar com o envolvimento de todos os malanjinos para que o objectivo seja concretizado.

Por sua vez, o presidente da Associação Provincial de Futebol de Malanje, Mário Alberto Machado, espera que a Baixa de Cassange chegue a beneficiar do apoio do Barcelona, a fim de ampliar a sua infraestrutura.

“Não são todos os dias que surgem oportunidades como esta. É bem verdade que o apoio do Barcelona poderá ser muito mais publicitado. Espero que o nosso clube consiga chegar à primeira divisão”, realçou.

De referir que há 17 anos consecutivos que a província de Malanje não tem nenhuma equipa de futebol que o representante nos campeonatos da primeira divisão.

Em 2003, o Ritondo FC foi à única e última equipa da província que disputou o Girabola, mas desceu de divisão por falta de experiência e reforços a altura do campeonato.

Sabe-se que Malanje já deu cartas no futebol nacional, com realce para o Cambondo FC, que intimidava os adversários com a sua boa forma desportiva.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.