De acordo com o presidente do ASA, Adriano Agostinho, na época que se avizinha, os adeptos e o público em geral verão uma equipa diferente em vários aspectos. “Há promessa de o ASA fazer um campeonato com mais calminha e tranquilidade. As promessas serão cumpridas, vamos tentar ultrapassar as dificuldades”, garantiu.

O dirigente não revelou mais sobre os novos reforços e o valor necessário para cobrir as despesas da equipa no Girabola Zap, onde o objectivo é ocupar um dos 13 primeiros lugares para permanecer na primeira divisão.

Nesta altura, a formação aviadora ainda não apresentou o plantel principal para atacar a época 2018/2019, mas sabe-se que alguns jogadores são provenientes do escalão júnior, além de outros com vasta experiência.

Entretanto, a equipa perspectiva realizar o estágio pré-competitivo mais cedo, com a missão de corrigir os erros verificados nos últimos jogos, a fim de começar o campeonato com o pé direito.

Recorde-se que o ASA confirmou o regressou à primeira divisão, no dia 19 de Agosto, ao vencer o Santa Rita de Cássia, por 3-2, após descer de divisão pela primeira vez, em 2017.

Em termos de conquista no Girabola Zap, o clube aviador soma três títulos, conquistados em 2002, 2003 e 2004, sob comando técnico do português, Bernardino Pedroto.

De salientar que o clube tem 65 anos de existência e está entre os mais antigos de Angola, pois, foi fundado no dia 1 de Abril de 1953.