A Associação Provincial de Futebol de Cabinda (APFC) junta-se a recolha de donativos promovida pela Televisão Pública de Angola (TPA) para o apoio às vítimas do Ciclone Idai, em Moçambique.

O presidente da APFC, Joaquim Mota, confirma a informação e esclarece que a entrega de donativos não tem nada que ver com os ingressos para o referido jogo. “Todos aqueles que contribuírem para a campanha não devem fazer confusão, nem especular que terão acesso ao estádio”, alertou.

De acordo com o dirigente, os postos de recolha dos bens de primeira necessidade serão montados naquele estádio, antes, durante e depois do jogo entre o Sporting e Interclube.

Mota avançou que há também previsões de se fazer a recolha de donativos no dia em que a equipa leonina receber o ASA, tal como aconteceu na jornada 25 frente ao 1.º de Agosto.

Contudo, apelaa os munícipes a abrirem as suas mãos solidárias e acorrerem em massa no Tafe para darem os seus contributos. “É dando que se recebe”, sublinhou, após dar o seu voto de confiança à população cabindense.

Sobre a participação do Sporting no campeonato, o responsável da APF de Cabinda espera que a equipa consiga a manutenção, uma vez que é o único representante da província no campeonato.

De reforçar que esta equipa ocupa o 13.º lugar na prova, com 24 pontos. Para se manter na primeira divisão, os leões deverão somar pelo menos nove pontos nas últimas quatro jornadas para não depender de terceiros.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.