Divulgado segunda-feira, em Luanda, pelo ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida, após manutenção do Estado de Emergência por três vezes, o documento orienta acções à porta fechada.

Devem ser observadas as regras de biossegurança e distanciamento físico (ao menos um metro e meio).

A presença de espectadores em competições e treinos desportivos está sujeita a regulamentação própria, aprovada pelo titular do departamento ministerial competente (Ministério da Juventude e Desportos).

Sobre a prática desportiva colectiva de recreação e lazer pode ser feita a partir do dia 13 de Julho, já a de nível individual e de lazer deve ocorrer em espaços abertos e com distanciamento físico de segunda a sexta-feira (5h.30/7h.30 e 17h/20h.30).

Aos sábados, domingos e feriados acontece entre as 5h.30 e as 19h.30.

Na sequência da suspensão, em Março, das actividades desportivas, algumas federações optaram por anular os respectivos campeonatos, destacando-se os nacionais de futebol e basquetebol.

Em ambos os casos as provas tinham o Petro de Luanda e 1º de Agosto como protagonistas na corrida ao título.

Angola registou mais um caso positivo de covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 70 o número de pessoas infectadas pela doença que se prolifera pelo mundo.

De acordo com a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, que fazia segunda-feira a actualização da situação da pandemia no país, aumentou para 42 o número de casos de transmissão local, registando-se quatro óbitos, 18 recuperados e 48 activos a receber tratamento médico.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.