O memorando, rubricado pelo director de marketing da Ensa Seguros, Augusto Mateus, e pelo responsável de retalho da NCR, Patrick Rock, vai garantir a segurança dos equipamentos electrónicos em casos de acidentes, através da sua reparação e a extensão do prazo de garantia até ao segundo ano.

Patrick Rock explicou à Angop que o serviço vai funcionar a partir da compra de um equipamento, caso o cliente queira subscrever a este serviço.

O acordo foi assinado à margem da Feira Internacional de Luanda (Filda/2019), que decorre de 9 a 13 de Julho.

A Ensa participa da Filda/2019, onde está a  promover  seguros de acidente de trabalho, automóvel, de transportes e mercadorias , fundos de pensões,  habitação e saúde com todas as garantias, já a NCR está empenhada na divulgação dos seus equipamentos electrónicos.

Sob o lema “Dinamizar o sector privado e promover o crescimento,  a Filda é um evento multi-sectorial de exposição e de negócios que junta anualmente, desde 1983, empreendedores nacionais e de países de África, América, Europa e Ásia para expor produtos e serviços, assim como estabelecer contactos para parceiros, gerando impacto visível na Economia do país.

Mais do que um marco histórico, a Filda é um reflexo directo da evolução e desenvolvimento empresarial e socioeconómico de Angola, é indissociável falar de crescimento económico e evolução empresarial sem mencionar o contributo que, desde 1983, a FILDA tem dado a Angola, com a sua dinâmica e participação de todos os agentes activos da sociedade.

A Filda foi até 2016 organizada por diferentes entidades gestoras, passando desde a 33ª Edição para a gestão directa do Governo de Angola, através do Ministério da Economia e Planeamento, que a pretende ver integrada num projecto estratégico mais ambicioso para reforçar atractividade de Angola no panorama mundial, estimular as parcerias e sinergias entre empresários nacionais e internacionais e activamente contribuir para uma Angola auto-suficiente e exportadora.

A 35ª edição da Filda conta com a participação de 21 países: Portugal, Alemanha, Indonésia, Turquia, França, Índia, China, Reino Unido, Noruega, Suécia, Suíça, Israel, Brasil, Japão, Bielorrússia, Uruguai, Macau (Região administrativa Especial da China), Itália, África do Sul, Holanda e Estados Unidos da América.

Produtos e serviços ligados à banca, telecomunicações e tecnologias de informação, petróleos, transportes e logística, indústria e turismo, construção civil, intermediação imobiliária, agricultura, entre outros, estão patentes nestes cinco dias de exposição.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.