A posição das instituições vem expressa em comunicados, nos quais felicitam o clube “militar” pelo feito inédito, alcançado domingo último, na China, após vitória sobre a equipa anfitriã Chinese National Club, por 27-22.

“A conquista deste histórico título pelas nossas heróicas jogadoras aconteceu graças ao vigor, a vitalidade, energia e ao trabalho árduo demonstrado, bem como pelos técnicos, direcção e demais individualidades que de forma firme e corajosa se empenharam nesta empreitada”, lê-se na nota da Defesa a que Angop teve acesso.

Na sua mensagem, o pelouro afecto à acção social família e promoção da mulher considera retumbante a vitória, referindo ser um acto que dignifica o nome do país e encoraja a camada feminina a empenhar-se, cada vez mais, naquilo em que estiver representada.

“Esta vitória representa a perspicácia, patriotismo e espírito de missão da equipa. O MASFAMU aproveita a ocasião para reafirmar o compromisso do Executivo angolano em continuar a colocar a mulher no centro das suas políticas e programas, com vista a permitir que o seu empoderamento e promoção aos vários níveis seja efectiva”, sublinha o documento.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.