O administrador municipal Gastão Cahata, que falava na cerimónia de tomada de posse do novo corpo directivo da APF na Lunda Norte, liderada por Ernesto Lotina, antigo árbitro e presidente com Conselho Fiscal de arbitragem na região, afirmou que tais projectos se concretizarão com apoio de parceiros sociais.

Com dez municípios, a Lunda Norte controla 20 campos, dez dos quais em estado avançado de degradação e vandalizados, 80 por cento concentrados no município de Chitato.

A prioridade da APF na Lunda Norte será a implementação de um programa de “caça” talentos, formação de agentes desportivos e a reactivação do futebol feminino.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.