O 1.º de Agosto, que lidera com 54 pontos e se apurou durante a semana para os quartos de final da Liga dos Campeões africanos, necessita de vencer para assegurar o título, na recepção ao tranquilo Cuando Cubango FC, que esteve em zona de descida, mas que se mantém no primeiro escalão, ocupando o 13.º posto, com 28 pontos.

Por seu lado, o Petro de Luanda, com 53 pontos, recebe o também tranquilo Sagrada Esperança, oitavo com 32, que, na 29.ª jornada, obrigou o 1.º de Agosto a um empate 2-2 e impediu-o de celebrar o tricampeonato antecipadamente.

Para os ‘polícias’ (Petro de Luanda) só a vitória interessa, enquanto o 1.º de Agosto terá de conseguir um resultado idêntico ou melhor do que os "rivais", havendo a possibilidade de ambos terminarem a prova com o mesmo número de pontos que, porém, dará vantagem aos bicampeões.

Tal só sucederá se o 1.º de Agosto perder e o Petro empatar, ficando as duas equipas com 54 pontos, com a vantagem a pender para os ‘militares’, que empataram em casa 0-0, mas foram vencer ao terreno dos rivais por 2-0.

Se a vitória no campeonato for para o 1.º de Agosto, equipa que ficará a conhecer na segunda-feira o adversário da ‘Champions’, será a 11.º conquista dos ‘militares’. Por seu lado, se for o Petro vencer o campeonato, será o 16.º triunfo na prova.

Com a questão da descida já definida – 1.º de Maio de Benguela, Domant FC do Bengo e o desistente JGM do Huambo são as equipas despromovidas ao segundo escalão - os restantes jogos servem apenas para cumprir calendário.

No domingo, a partir das 15:00 (a mesma hora em Lisboa), o Recreativo do Libolo (quinto com 37 pontos - pode chegar ao quarto lugar se vencer) recebe o Progresso do Sambizanga (11.º com 30), enquanto o Domant FC do Bengo (14.º e já despromovido, com 22 pontos) recebe a visita do Interclube, que garantiu há duas jornadas o terceiro posto na classificação (42 pontos).

Com o também já despromovido 1.º de Maio de Benguela a folgar (jogou a última partida da prova na semana passada), resta o encontro entre o Recreativo de Caála (12.º lugar, com 28 pontos) a receber o Desportivo da Huíla que, com 36 pontos, ainda tem possibilidade de chegar ao quarto posto.

A jornada 30 começou na quarta-feira com um empate a dois golos entre o Kabuscorp do Palanca e a Académica do Lobito, e prosseguiu no dia seguinte com a igualdade 1-1 entre o Sporting de Cabinda e os Bravos do Maquis, equipa oriunda da província do Moxico.

Programa da 30.ª e última jornada:

- Quarta-feira, 29 ago:

Kabuscorp do Palanca - Académica do Lobito 2-2

- Quinta-feira, 30 ago:

Sporting de Cabinda - Bravos do Maquis 1-1

- Domingo, 02 set:

Recreativo do Libolo - Progresso do Sambizanga

Domant FC do Bengo - Interclube

Recreativo de Caála - Desportivo da Huíla

Petro de Luanda - Sagrada Esperança

1.º de Agosto - Cuando Cubango FC

Folga: 1.º de Maio de Benguela

Classificação:

1. 1º de Agosto, 54 pontos

2. Petro de Luanda, 53

3. Interclube, 42

4. Académica do Lobito, 38 (mais um jogo)

5. Recreativo do Libolo, 37

6. Desportivo da Huíla, 36

7. Bravos do Maquis, 34 (mais um jogo)

8. Sagrada Esperança, 33

9. Kabuscorp do Palanca, 32 (mais um jogo)

10. Sporting de Cabinda, 32 (mais um jogo)

11. Progresso do Sambizanga, 30

12. Recreativo de Caála, 28

13. Cuando Cubango FC, 28

14. Domant FC do Bengo, 22

15. 1.º de Maio de Benguela, 22

16. JGM do Huambo (desistência).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.