As autoridades alertam para a elevação das marés, queda de árvores e casas, inundações e deslizamentos de terra no arquipélago.

Trami, que se desloca bastante lentamente no momento, deve acelerar nas próximas horas trazendo ventos com rajadas de 162 km/h no seu centro e de 220 km/h na periferia.

Este 24.º tufão a atingir a Ásia em 2018 encontrava-se na manhã desta sexta-feira a sudeste de Okinawa, que atingirá provavelmente no sábado.

Em seguida, Trami deve seguir para Kyushu e a ilha principal, Honshu, atravessando o Japão de sudoeste a nordeste.

"Se espera que cruze o país a toda velocidade, e pedimos à população que fique muito alerta", declarou a funcionária da agência de meteorologia Sakiko Nishioka.

As empresas aéreas já começaram a anular voos diante da aproximação de Trami.

O tufão precedente  Jebi  matou mais de dez pessoas no início de setembro no oeste do arquipélago, onde provocou elevados danos materiais.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.