Segundo o capitão Mohamed Hussein, as explosões parecem ter sido causadas por suicidas, que fizeram explodir as viaturas perto do perímetro de entrada do Hotel Sahafi, que fica próximo do departamento de investigações criminais da polícia somali.

As forças de segurança somalis mataram quatro homens armados que tentaram invadir o hotel, explicou a mesma fonte.

Mohamed Hussein referiu ainda que pode haver baixas significativas nas explosões. Testemunhas disseram que há vários corpos na rua.

Os rebeldes islâmicos da Somália, Al-Shebab, reivindicaram a responsabilidade pelas bombas, noticiou a estação de rádio do grupo extremista, Adalus.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.