Os talibãs chegaram um acordo com os EUA. Um passo inédito que pode permitir a assinatura de um tratado e pôr fim a duas décadas de conflito no Afeganistão.

Os talibãs dizem que o acordo inclui a possibilidade de negociações directas entre os afegãos, que o movimento insurgente tinha até agora recusado, e vai conduzir a um tratado permanente de paz, que termina uma guerra iniciada em 2001 e que se tornou o mais longo conflito militar em que os Estados Unidos estiveram envolvidos.

O acordo contempla a retirada gradual dos cerca de 5.000 soldados norte-americanos, durante os 135 dias seguintes à assinatura do documento, como também a libertação de cerca de metade dos talibãs que tinham sido feitos prisioneiros pelas forças fiéis ao regime afegão.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.