Um soldado angolano foi morto no domingo (05.07) por tropas da República Democrática do Congo (RDC) após uma troca de tiros ao longo da fronteira, avançaram as autoridades congolesas.

O ministro do Interior da província do Kasai, Deller Kawino, disse à agência de notícias France Press que o soldado angolano abriu fogo contra oficiais de inteligência congoleses no Kasai, sul da RDC. Um dos oficiais ficou ferido. As tropas congolesas responderam ao ataque e o mataram, disse Kawino.

Antes da troca de tiros, um grupo de soldados angolanos havia avançado três quilômetros no território da RDC, acrescentou o ministro do Interior do Kasai. Um dos angolanos terá registado imagens com um telemóvel.

Autoridades angolanas

"As autoridades angolanas pedem o corpo do soldado que foi acidentalmente morto pelas nossas forças de segurança", disse à AFP o governador de Kasai, Dieudonne Pieme.

"Concordamos em princípio, mas pedimos um relatório que certifique que o soldado foi morto no território da RDC", concluiu o governador do Kasai. As autoridades angolanas ainda não comentaram o assunto oficialmente.

A RDC e Angola compartilham uma fronteira de mais de 2.500 km, além do enclave angolano de Cabinda, que fica entre a RDC e o Congo-Brazzaville.

A RDC denuncia regularmente incursões de tropas angolanas no seu território sob o pretexto de perseguir combatentes rebeldes locais. Em maio, uma troca de tiros entre o exército congolês e as tropas angolanas no Kasai deixou um homem angolano ferido.

por: AFP, tms

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.