Em declarações aos jornalistas no final do encontro, que decorreu no quadro de uma visita de algumas horas do chefe de Estado a Angola, o ministro das Relações Exteriores angolano disse que os dois estadistas “abordaram a atual situação política e de segurança” naquele país, perspetivando ainda um reforço da cooperação bilateral.

Manuel Augusto adiantou que poderá ser retomado o programa angolano de formação de efetivos da polícia da RCA, projeto iniciado em 2014, aquando da transição política naquele pais, e posteriormente suspenso.

Abordando os resultados da reunião entre João Lourenço e Faustin Touadéra, o chefe da Diplomacia angolana fez saber também que o regresso dos voos da TAAG, transportadora aérea angolana, à cidade de Bangui, capital da RCA, esteve igualmente sobre a mesa.

Os voos da companhia estatal para Bangui foram suspensos em consequência do agravamento da situação de instabilidade política naquele país situado no centro de África.