Um dos organizadores, Emiliano Catumbela disse que já foram mobilizadas mais de 300 pessoas e apelou à adesão de todos aqueles que se sintam “lesados pela governação de João Lourenço”.

Catumbela mencionou a falta de emprego, de electricidade, de água e o aumento da criminalidade como sinais da deterioração da situação em que vivem os angolanos

Os organizadores dizem ter entregue já as autoridades o documento informando da manifestação, mas que até agora não receberam qualquer resposta. O documento foi entregue no passado dia 21.

Os organizadores disseram que a planeada manifestação irá realizar.se-se no Largo da Independência

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.