Quatro pontos considerados críticos, na época chuvosa, no município do Cazenga, em Luanda, vão ser recuperados nos próximos dias, através de um programa de emergência do Ministério da Construção e Obras Públicas.

De acordo com o administrador municipal, Victor Nataniel Narciso, na quarta-feira (11) uma equipa de técnicos do Ministério da Construção e Obras Públicas trabalhou na municipalidade para identificar as zonas críticas, quando chove.

As zonas da Petrofina, Âvo Kitoco, Camacongo e do hospital municipal vão merecer a intervenção urgente do Ministério da Construção e Obras Públicas, explicou.



Segundo o administrador, foi feito um levantamento e verificou-se que existem  32 pontos críticos no município, mas foram escolhidos os quatro já referenciados, porque abrange a Rua dos Comandos, Rua dos Românticos e Esquadras.

Victor Nataniel Narciso reconheceu haver necessidade do desassoreamento das principais valas de drenagem do Cazenga/Cariango, Sorroca e rio seco, bem como a Rua da Combal, Estrada dos Mulenvos, Sétima Avenida, Rua da Sonef, Encubação, também considerados pontos críticos.



Fez ainda referência as bacias de retenção de água no "Tio Kimbundu", "Tio Jingongo", Catumbela e Mabululu, que também vão merecer atenção na época das chuvas, áreas que não foram priorizadas no programa do Ministério da Construção e Obras Publicas.

Enquanto não forem terminados os grandes projectos estruturantes de macro-drenagem  para o escoamento do município, segundo Tany Narciso, haverá sempre inundações e áreas intransitáveis na municipalidade.

Cazenga, um dos nove municípios da província de Luanda, conta actualmente com os distritos urbanos do Tala-Hadi, Hoji ya Henda, Cazenga, 11 de Novembro, Kima-kieza e Calwenda.


Lusa