O convite foi formalizado pela embaixadora do Reino Unido em Angola, Jessica Hand, durante uma audiência que lhe foi concedida pelo Chefe de Estado angolano.

Em declarações à imprensa, a diplomata afirmou que a cimeira de Londres será uma oportunidade para sensibilizar os investidores e instituições financeiras britânicas a investirem e criar parcerias em Angola.

Quanto às relações de cooperação entre os dois países, a diplomata britânica qualificou-as de "excelentes" e com possibilidades de melhoramento.

As relações de cooperação entre Angola e o Reino Unido baseiam no Acordo Geral de Cooperação assinado em 1986. Desde aquela data, foram rubricados outros instrumentos jurídicos.

Para apoiar o desenvolvimento da cooperação, a 25 de Novembro de 2015, foi lançada, em Luanda, a Câmara de Comércio Angola/Reino Unido, cujo objectivo é o incremento das trocas comerciais entre os dois países, bem como proporcionar um ambiente de negócios conducente ao estabelecimento de parcerias mutuamente vantajosas.

João Lourenço recebe embaixador da Índia

Numa outra audiência, o Presidente João Lourenço recebeu o embaixador da Índia em Angola, Srikumar Menon, com quem analisou o estado das relações de amizade e de cooperação entre ambos os países.

Angola e a Índia realizam, no próximo ano, a reunião da Comissão Mista, de acordo com o diplomata, que terminou a sua missão em  Angola.

A Índia oferece anualmente a Angola 30 bolsas de estudo para cursos de pós-graduação e igual número de vagas no âmbito do programa de cooperação técnica e económica.

Até 2013, as trocas comerciais entre os dois países rondavam os 7,5 mil milhões de dólares americanos (USD), cifra que nos últimos anos baixou para USD 3,5 mil milhões.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.