Segundo uma fonte do Serviço de Investigação Criminal (SIC) de Cabinda, citada hoje pela agência noticiosa angolana, Angop, o homem, de 30 anos, é acusado do homicídio da sua mulher, por asfixia, bem como de três crianças, entre as quais a filha de quatro anos, afogadas num recipiente com água, de 200 litros.

A fonte do SIC referiu que o incidente ocorreu no bairro Liombe, na cidade de Cabinda, tendo sido emitido um mandado de captura para a detenção do suspeito, que se colocou em fuga após a ação.

O caso, cujas motivações não foram ainda avançadas, chegou ao conhecimento das autoridades através da denúncia do pastor de uma igreja, que se deslocou à residência das vítimas, onde encontrou os corpos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.