Através de comunicado, o órgão judicial adianta que a entrega das empresas da Media Nova (que inclui o jornal O País, a Rádio Mais e a TV Zimbo) aconteceu na quinta-feira, através do Serviço Nacional de Recuperação de Ativos, “em virtude de terem sido constituídas com o apoio e reforço institucional do Estado”.

As empresas eram detidas pelos generais Leopoldino “Dino” Fragoso do Nascimento, Helder Dias “Kopelipa” e o antigo vice-presidente angolano e ex-presidente da Sonangol, Manuel Vicente.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.