Um avião foi hoje sequestrado na Jamaica por um homem que tem ainda 5 reféns, todos membros da tripulação. Os dois passageiros que ainda se encontravam no charter já foram libertados, restando agora apenas a tripulação.

Mais de 150 passageiros já foram libertados.

Segundo a CNN, um homem com uma arma entrou num avião canadiano e depois de ter libertado mais de 150 pessoas, mantém reféns 5 membros da tripulação no aeroporto em Montego Bay, na Jamaica.

O avião é um charter da companhia aérea CanJet que tinha como destino Halifax, no Canadá.

Um jornalista da Radio Jamaica disse à CNN que um tiro foi disparado, mas ninguém ficou ferido.

O avião está cercado pela polícia local e as negociações já começaram a decorrer e contam com a presença de um padre que conhece o sequestrador e do primeiro ministro jamaicano, Bruce Golding.

Segundo o governo jamaicano, trata-se de um jovem de 20 anos com problemas mentais que tinha como intenção viajar para Cuba, sendo essa a sua única exigência.

Em actualização

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.