A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) celebra terça feira 50 anos de existência em Viena, Áustria, quando enfrenta novos riscos de divisões com um aumento esperado da produção no Iraque.

"Este aniversário é o culminar da vontade, determinação e do sucesso duradouro da organização (...) na proteção dos interesses soberanos de seus países membros", disse o secretário geral da Opep, Abdalla Salem El-Badri, numa mensagem divulgada por ocasião do 50.º aniversário do cartel.

A Opep nasceu a 14 de setembro de 1960, em Bagdad, após uma reunião entre cinco países produtores - Arábia Saudita, Iraque, Irão, Kouweit e Venezuela -- para responder à dominação do mercado petrolífero pelas empresas anglo-saxónicas e logo em 1973 o cartel demonstrou o seu poder quando, durante a guerra israelo-árabe do Yom Kippur, os membros arábes declararam um embargo às exportações para os países ocidentais apoiantes de Israel dando origem à crise do petróleo.

Lusa

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.