O porta-voz da ONU, Stephane Dujarric, adiantou que as linhas de transporte de eletricidade tinham sido danificadas, o que afetou pelo menos quatro instalações médicas.

Acrescentou que a estação de tratamento de água de Alouk, que serve uma população de 400 mil pessoas, na cidade de Al-Hassakeh e campos de deslocados vizinhos, foi reparada em parte e já está a fornecer água potável à população da área.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.