A responsável fez este pronunciamento quando intervinha numa cerimónia da sua apresentação ao governador da província de Malanje, Norberto dos Santos, aos funcionários da Procuradoria-Geral da República (PGR) da circunscrição, entre outras individualidades da região.

Frisou que a medida visa ainda dar respostas céleres e eficazes dos processos crimes que aguardam desfechos, tendo apelado aos magistrados maior empenho nesta missão.

Fez saber que o objectivo do programa é reduzir o excesso de prisão preventiva na província de Malanje, através da celeridade na instrução processual.

Ressaltou que a PGR em Malanje vai trabalhar em parceria com a Polícia Nacional no combate à delinquência e aos crimes de peculato, corrupção, entre outros.

A PGR na província de Malanje conta com 19 magistrados, que actuam em apenas cinco dos 14 municípios da região.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.