Numa mensagem de condolências, o Bureau Político do MPLA destacou o papel exemplar do nacionalista e “combatente de primeira linha da luta anticolonial”.

Segundo a nota, o desaparecimento físico de ‘Beto’ Van-Dúnem – como era conhecido – “representa um duro golpe às acções que visam a preservação da história e memória colectiva, pelo que urge a divulgação do legado político de todos os compatriotas envolvidos na luta que conduziu ao nascimento de Angola enquanto país livre e soberano”.

‘Beto’ Van-Dúnem, entre as diversas funções de alta responsabilidade que desempenhou a nível do partido e do aparelho central do Estado, foi ministro do Comércio, entre 1978 e 1981, deputado à Assembleia Nacional, além de ter tido uma passagem pela direcção do Departamento de Organização de Massas do MPLA.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.