Para alguns, trata-se de uma lista modesta uma vez que Mugabe governou durante 37 anos e era acusado pelos críticos de acumular riqueza e estar ligado a uma forte corrupção.

A informação divulgada pelo jornal Herald não menciona valores no exterior, embora algumas propriedades na África do Sul e na Ásia estivessem associadas a Mugabe.

O mesmo documento cita advogados que afirmam que a lei estipula que a mulher de Mugabe, Grace, e os filhos herdarão os bens.

Mugabe deixou ainda uma quinta, dez carros e 11 hectares de terra que incluem um pomar na casa rural onde foi enterrado.

A sua filha, Bona, registou a propriedade em nome da família, segundo o relatório.

Mais de uma dúzia de fazendas são conhecidas por terem sido confiscadas de fazendeiros negros e brancos pela família do antigo Presidente e homem forte do Zimbabué.

Mugabe morreu de cancro num hospital de Singapura, aos 95 anos, dois anos após ter sido forçado pelo exército e pelo partido no poder do Zimbabué a demitir-se.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.