Segundo o político, a postura do partido é um compromisso a desde o momento que venceu as últimas eleições.

Pedro Augusto Conga, que transmitiu algumas orientações para a reafirmação do MPLA na província, reiterou o desafio das organizações de base do partido, OMA e JMPLA, para reforçar as suas estruturas que devem fiscalizar a actuação do Executivo para o bem da sociedade.

O recém-eleito segundo-secretário entende que, a formação enquanto estiver no poder, os problemas dos cidadãos ligados à reabilitação de estradas, distribuição de água e energia eléctrica, assim como a conclusão e reabilitação dos diversos bens sociais estarão resolvidos.

Pedro Augusto Conga fez estas declarações após um encontro com os militantes das organizações de base no Uíge, a quem reforçou a mensagem da necessidade de crescimento do MPLA para os desafios actuais e futuros.

Já o secretário da JMPLA no município sede da província, Carlos Alberto David, referiu haver óptimas relações com a OMA e juntos têm trabalhado para a resolução dos problemas da região, comprometendo-se a uma maior intervenção na fiscalização dos projectos do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) e outros.

A capital do Uíge beneficiou de 11 projectos PIIM, estando já em execução oito financiados.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.