No aeroporto de Kamaquenzo, na cidade do Dundo, o ministro foi recebido pelo governador da província da Lunda Norte, Ernesto Muangala, com quem abordou assuntos relacionados com as medidas de prevenção e combate à propagação da Covid-19 e o ponto de situação Do controlo das fronteiras.

No encontro, Ernesto Muangala reiterou a necessidade de se reforçar o número de militares nas zonas fronteiriças, tendo em conta a sua extensão de 770 quilómetros, para garantir a eficácia no combate à imigração ilegal.

Considerou preocupante a possibilidade de existir eventuais casos de violação das fronteiras por parte dos cidadãos da RDC, país que já regista circulação comunitária do novo coronavírus.

O ministro, que estará 24 horas na província da Lunda Norte, visitará no domingo a 32ª unidade de infantaria motorizada das FAA, estacionada no município de Chitato, para mais tarde se deslocar ao município do Cuango, onde está a base da 75ª brigada de Infantaria Motorizada das FAA.

O programa de actividades do ministro reserva para quinta-feira visitas às províncias do Cunene e Huíla, respectivamente, zonas que compõem a Região Militar Sul.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.